11/01/07

Regulamentos para mortes anunciadas...



É verdade: Praia dos estudantes - Lagos - Algarve: a jóia da coroa do turismo português.

Se assim é como referem, uma obra licenciada, o caso é ainda mais grave, porque a permissão/alvará partiu de uma entidade pública, e não simplesmente da iniciativa de um particular, como muitas vezes acontece.

Pergunto a quem isto passou pelas mãos, sejam autarcas, engenheiros, fiscais, construtores: não haveria, para além de um muro de betão, outra forma de sustentar ou prevenir o deslizamento da falésia, que está a ser precipitado pela moradia que está em cima? Mesmo que não tivessem meios técnicos,... não lhes ocorreu que poderia existir um departamento de engenharia civil na Universidade do Algarve/Escola Superior de Tecnologia (e existe, de facto)? E os pareceres das entidades competentes, que devem ser consultadas em (hipotéticos) licenciamentos destes? Onde estão? E o Plano de ordenamento da orla costeira? Há algum vazio legal para esta praia na costa de Lagos?
Imagine-se agora, por exemplo, que para conter deslizamentos de terras, executava-se igual e "brilhante" solução na praia da Marinha, onde tal fenómeno é frequente?!
O que é que ainda se pode fazer para atenuar os efeitos desta barbaridade?

2 comentários:

Cazento disse...

Ehehehehe!!!
Qualquer dia vem tudo cá para abaixo e depois vão dizer que é do aquecimento global!

Sempre atento, bem haja, Víctor!

Um abraço,

JOão

Raposa Velha disse...

Se o homem sonha, a obra nasce. O problema é que por vezes também tem pesadelos. Deve ter sido o caso destes algarvios! :)