12/09/07

Hipocrisia


De manhã ouço na Antena 1 que em Portugal se venderam mais de 40.000 livros da autoria do Dalai Lama. Eu incluo-me nos compradores. O senhor da fotografia, que está em Portugal, já foi Nobel da Paz. Não vai ser recebido pelas figuras de topo nacionais. As suas acções em prol da paz e da humanidade já foram mundialmente reconhecidas. É líder cultural e espiritual do Tibete - país ocupado desde 1950 pela China à força das armas. O seu discurso é encantador. Das suas frases ou sentenças emana uma sabedoria e uma tranquilidade imensas. São razões mais do que suficientes para que qualquer Primeiro-Ministro, Presidente da República ou Monarca lhe abra as portas do seu palácio. O nosso país, democrático e defensor da liberdade, desde há 32 anos que se rege por tais valores. No entanto, diz o nosso ministro dos estrangeiros, que a decisão do governo de não receber oficialmente o Dalai Lama foi assumida no contexto das boas relações com a China. Hipocrisia, farsa... Quem recusa uma audiência a este ser humano?

2 comentários:

Nevrótica Aluada disse...

Parece que o Dalai Lama não usa net e, esqueceu-se de enviar um e-mail para convocar e pedir muito por favor uma audiência ao PR. É lamentável e desprezível mas, as relações e a parceria económica com a China é um bem mais alto que a humanidade. Esta é mais uma prova que há 32 anos que nos deixamos ser enganados.

sa morais disse...

Concordo plenamente com o post e comentário.

Abraço!