28/06/07

Quem me leva os meus fantasmas *

Nova oportunidade que dou a Pedro Abrunhosa que desde 1994 deixou de me encantar.
E novamente, não me seduz. Nem com a “Luz”.
Luz essa, que é o título do novo álbum.
O tipo até pode ter feito muito pela música, ser muito bom compositor, escrever bem, com letras interventivas, mas aquela cantilena falada e não cantada é que não me convence. A parte vocal das suas músicas parece-me muito melhor quando faz coro com um elemento feminino.
Numa música dou muita importância à voz, pois penso ser essa a sua principal componente. Por conseguinte, ao não ser seduzido pela voz do cantor o efeito é inverso, e acabo sempre por me lembrar de um dos meus fantasmas * : a altura em que me arvorava em cantor, confiando no trambolho cristalino do meu canto.
Agora, nem no chuveiro, nem disfarçado num Karaoke de coro.

* primeiro single do novo álbum

2 comentários:

Anónimo disse...

É curioso que critique a maneira falada do Abrunhosa quando estamos numa época em que o RAP é tão apreciado.

V.F. disse...

Talvez...