03/06/06

Livro IV

«Procura-se retiros no campo, à beira-mar, na montanha; e também tu costumas desejar estas coisas no mais alto grau. Mas tudo é sinal de uma grande simplicidade de espírito, porque se pode, sempre que se queira, retirar em si próprio. Em parte alguma se encontra retiro mais tranquilo, mais isento de agitação, que na própria alma, sobretudo quando ela encerra esses bens sobre os quais basta a gente debruçar-se para recobrar logo toda a liberdade de espírito, outra ocasião não quero dizer que o estado de uma alma bem ordenada. Concede-te pois constantemente esse retiro e renova-te

Pensamentos Para Mim Próprio - Marco Aurélio

2 comentários:

cidadão comum disse...

olá, gostei do blogue. parabéns.

V.F. disse...

Obrigado pela visita.